Guia do Espanhol 2012/13 – Briga pelo título

Veja como Barcelona e Real Madrid se prepararam para lutar pelo título do Campeonato Espanhol na temporada 2012/13

Anúncios

BARCELONA

Nome: Futbol Club Barcelona
Fundação: 1899
Site oficial: www.fcbarcelona.com
Estádio: Camp Nou (99.354 lugares)
Técnico: Tito Vilanova
Colocação em 2011/12: 2º
Competição europeia: Liga dos Campeões
Destaque: Lionel Messi
Fique de Olho: Isaac Cuenca
Quem chegou: Jordi Alba (Valencia), Alexandre Song (Arsenal-ING)
Quem saiu: Seydou Keita (Dalian-CHN)
Objetivo na temporada: título

Quase nada mudou, mas o pouco que mudou pode ser muito. O Barcelona manteve a base das últimas temporadas, com o meio-campo do trio Busquets-Xavi-Iniesta (o recém-chegado Song é uma boa opção no banco), ataque com Messi, Fàbregas variando de posições, Alexis Sánchez e Pedro como opções, Puyol e Piqué na dupla de zaga. No time titular, a entrada de Jordi Alba no lugar de Abidal deve ser a única novidade. Uma novidade que deixa o lado esquerdo mais ofensivo, o que exigirá uma boa coordenação para as coberturas. Mas o que pode mudar muito mesmo é a troca de técnico. Guardiola saiu, e seu auxiliar Tito Vilanova foi promovido a treinador principal. Em teoria, o trabalho terá continuidade. No entanto, é inevitável que o novo técnico traga elementos novos ao time. Do lado bom, pode criar algo que Guardiola não conseguia mais, alguma alternativa de jogo ainda inédita. Do lado ruim, ele pode ter menos ideias, ou menos comando para segurar a pressão de estar em um clube que tem vencido tanto nos últimos tmepos.

REAL MADRID

Nome: Real Madrid Club de Fútbol
Fundação: 1902
Site oficial: www.realmadrid.com
Estádio: Santiago Bernabéu (80.354 lugares)
Técnico: José Mourinho
Colocação em 2011/12: 1º
Competição europeia: Liga dos Campeões
Destaque: Cristiano Ronaldo
Fique de Olho: Raphael Varane
Quem chegou: ninguém
Quem saiu: Hamit Altintop (Galatasaray), Pedro León (Getafe), Fernando Gago (Valencia)
Objetivo na temporada: título

Em campo, o time é o mesmo da temporada passada. Ninguém chegou (falava-se em Modric, mas a negociação ainda não foi fechada), e ninguém de importante saiu (apesar das especulações em torno de Kaká). Mas o ambiente deve estar mais leve e otimista. O Real Madrid perdeu em casa a vaga na final da última Liga dos Campeões, mas aprendeu a vencer o Barcelona no Campeonato Espanhol. Mais que isso: o fez no Camp Nou. Com isso, o time de José Mourinho inicia a temporada com uma confiança que não se via desde que Guardiola assumiu o time catalão. Claro que a Liga dos Campeões será tratada como obsessão, o que pode tirar um pouco o foco do time nos torneios domésticos, mas começa em vantagem psicológica diante do Barcelona.

VEJA O RESTO DO GUIA DO CAMPEONATO ESPANHOL:

– Parte 2: A luta por uma vaga em competições europeias
– Parte 3: O pelotão intermediário
– Parte 4: A fuga do rebaixamento