Olha como estádio fica empolgante quando tem torcida de verdade nas arquibancadas

Arquibancadas do Monumental de Núñez ficaram lindas antes do River x Boca desta quinta

Anúncios

“Recibimiento.” A festa que a torcida faz para a entrada do time em campo é tão importante para o argentino que até tem um nome próprio. É o momento em que o fanático recebe sua equipe, canta, joga papel picado e pula para energizar os jogadores antes de uma partida. Se for uma partida decisiva contra um rival, esse instante de troca pode ser a diferença entre ganhar ou perder (pelo menos é o que o torcedor gosta de acreditar).

LEIA MAIS: Setor vazio do Mineirão é a falência do modelo de ingressos caros no futebol brasileiro

Então, veja como foi o recibimiento do River Plate para o clássico contra o Boca Juniors nesta quinta no Monumental de Núñez, valendo pela partida de volta das semifinais da Copa Sul-Americana. Impossível não se empolgar, não se deixar levar pela torcida. Assim, fica fácil de entender como os Millonarios venceram por 1 a 0 e conquistaram a vaga na decisão contra o Atlético Nacional.

De qualquer modo, fica um pensamento inevitável. As torcidas da Argentina têm todos os defeitos do mundo, mas dá tristeza ver uma festa dessa e comparar com os estádios cada vez mais assépticos do Brasil. Nem uma final em clássico local sobreviveu à era de ingressos caros e torcedor-consumidor das novas arenas brasileiras.

9 comentários em “Olha como estádio fica empolgante quando tem torcida de verdade nas arquibancadas”

  1. Como já comentei em outras matérias aqui do Trivela, os estádios brasileiros, alias, poucos europeus e etc. se salvam, estão virando teatros. Não pode isso, não pode aquilo, se usar sinalizador o jogo para, pode ser punido e etc. A torcida do River deu uma aula de como torcer e é exatamente desse jeito que eu gostaria de ver as torcidas no Brasil! NÃO AO FUTEBOL MODERNO!

  2. Foram jogos bem fracos (o segundo foi melhor),mas tanto a ida com a volta tiveram um clima espetacular.Dá gosto de ver esse barulho,esse movimento energiza.
    Os argentinos cantam do primeiro ao ultimo segundo.

  3. O pessoal que fez isso no Morumbi, anteontem, quase arrumou briga. Segundo eles, por ser competição da Conmebol, não haveria problema, pois o STJD não iria julgar, e a Conmebol teria de fechar os olhos, como, aliás, o fez no jogo citado acima, na matéria. E eu acho que eles têm razão. Mas alguns são-paulinos foram lá e um deles queria até marcar briga fora do estádio!

  4. Imagina se o River for campeão,a festa que a torcida vai fazer…(o que eu espero que aconteça). O futebol brasileiro está extraordinariamente sem graça,muito STJD e pouca bola no pé.

  5. Sinto muita falta dos mastros e bandeirões…
    Puxa… Valeria a pena se unir para conseguirmos liberar os banderões.
    Nossos estadios estão cada vez mais sem graça

  6. Aqui no Brasil não pode nada. Não pode bandeira, sinalizador, papel picado… Daqui a pouco não pode torcer.

Os comentários estão encerrados.