Jogador de beisebol é preso por briga durante partida na Austrália

Troy Scott, que tem contrato com o Seattle Mariners, acertou um direto no rosto de Kellin Deglan

Um jogador começou a ameaçar o outro e, no beisebol, isso é a senha para que todos os jogadores invadam o campo para defender um dos lados. Foi o que Troy Scott fez em 16 de janeiro durante jogo da Australian Baseball League. O arremessador do Adelaide Bite começou a trocar hostilidades com o pessoal do Melbourne Aces. Até que ele viu a oportunidade e deu um direto no rosto do rebatedor designado Kellin Deglan. Bateu e saiu.

LEIA TAMBÉM: Como esses dois jogadores medianos da MLB ajudaram a mudar a história da NFL

Scott não imaginaria que o ato teria consequências tão complicadas. Nesta segunda, o arremessador do Bite foi detido pela polícia australiana por agressão. A denúncia foi feita por Deglan, que sofreu ferimentos no rosto e nos dentes.


O primeiro vídeo é da transmissão da TV australiana. O segundo mostra mais claramente o ataque de Scott a Deglan. É possível ver aos 3 segundos do vídeo, no canto direito da confusão. Scott acerta um soco em Deglan e sai correndo

É incomum uma briga em campo resultar em prisão, mas as autoridades australianas temiam que Scott deixasse o país. O jogador é norte-americano e tem contrato com o Seattle Mariners, onde se reapresentaria para a pré-temporada das ligas menores, já que a liga da Austrália rescindiu seu contrato.

O advogado de Scott afirmou que o cliente se dirá inocente da acusação e pedirá liberação para retornar aos Estados Unidos. A direção do Bite depositará 12 mil dólares australianos (cerca de US$ 9,2 mil) na Justiça para assegurar que o jogador retornará para a Austrália para o julgamento.