Veja como ficaram as chaves da Copa Sul-Americana e quem seu time pode enfrentar

Os confrontos estão definidos, só resta saber que time ocupará cada vaga. São 13 com chances

Anúncios

A Conmebol não se emenda. Até fez um esforço há dois anos para realizar sorteio de campeonatos com tudo acertadinho, mas já avacalhou de novo. Foi assim na Libertadores de 2015, e ficou ainda pior na Copa Sul-Americana. O torneio teve suas chaves sorteadas nesta quinta, e sobraram Brasil 1, Brasil 5 e Brasil 7 para todo lado. Fica aquela coisa misteriosa, e ninguém sabe direito o que significa aquilo todo. Bem, por isso estamos aqui. Vamos dar uma traduzida para você.

MAPA: Explore os estádios dos 87 clubes da Copa do Brasil de 2015 neste mapa interativo

O sorteio deixou as chaves assim:

– Brasil 8 x Brasil 3
– Brasil 7 x Brasil 2
– Brasil 6 x Brasil 4
– Brasil 5 x Brasil 1

Meio bagunçado, deixando o cruzamento olímpico (1×8, 2×7, 3×6, 4×5) de lado, mas isso é o de menos no momento. O que importa é: quem serão esses times?

Brasil 1 a 6

Como ocorre há três anos, os participantes da Sul-Americana são os melhores times do Brasileirão do ano anteiror que não estejam classificados para as oitavas de final da Copa do Brasil. Essas equipes ficam com as 6 primeiras vagas. Quatro delas já têm donos, mas os outros dois classificados e a ordem de todos os seis dependem de como terminar a terceira fase da Copa do Brasil. Veja quem são as equipes que podem entrar nessas vagas, pela ordem:

1) Grêmio
2) Atlético Paranaense*
3) Santos
4) Sport
5) Goiás*
6) Coritiba
7) Chapecoense*
8) Joinville*
9) Ponte Preta
* Já eliminados da Copa do Brasil. Desses, apenas o Joinville ainda não está assegurado na Sul-Americana

Brasil 7

Vaga do campeão da Copa do Nordeste de 2015. Teoricamente, ela pertence ao Ceará, mas o Vovô ainda está vivo na Copa do Brasil e, se eliminar o Tupi (o jogo de ida foi 0 a 0 em Fortaleza), cederá essa vaga ao vice-campeão Bahia. No entanto, o Tricolor baiano também está na disputa da Copa do Brasil e, se passar pelo Paysandu (jogo de ida: 3 a 0 Papão em Belém), deixa a vaga para o Vitória (já eliminado da Copa do Brasil).

Brasil 8

Única vaga em que não há dúvida. É do Brasília, campeão da Copa Verde de 2014.

49 comentários em “Veja como ficaram as chaves da Copa Sul-Americana e quem seu time pode enfrentar”

  1. Precisavam mudar a Sul-Americana de datas ou esticar os jogos. Quem estivesse nas duas,devia jogar as duas.

    E se vão se eliminar de cara,era melhor entrar quatro brasileiros logo.

  2. Uma pena que a CBF para agradar a Globo que não tem direito ao torneio tenha desvalorizado tanto a competição, que no resto das Américas é chamada de Libertadores do 2º Semestre. Depois os cartolas reclamam que os times daqui são poucos conhecidos e falados no exterior. Quando eu morava fora passava Copa Sul-Americana na Itália e em outros países.

  3. Infelizmente é histórico que aqui no Brasil , exceto em alguns anos, a única competição sul-americana realmente valorizada seja a Libertadores.

    O nível técnico das equipes que disputam essas competições é na maioria das vezes muito baixo, fazendo os jogos serem pouco atrativos. Em muitos lugares chamam essas competições de “2ª divisão da América do Sul”.

    Lembro do São Paulo ganhar a extinta Copa Conmebol jogando com o time reserva que era chamado de “expressinho tricolor”. Até o Sampaio Corrêa conseguiu chegar a semi final da competição em 1998 e o Botafogo com um time aguerrido, porém sofrível , que não tinha nem bola direito para treinar conseguiu ser campeão em 1993 contra o Penarõl.

    Tanto Copa Conmebol, Mercosul, e Copa Sul- Americana tiveram e tem equipes muito fracas e consequentemente a maioria dos jogos são de nível técnico muito baixo em estádios vazios e de condições precárias.

    E ainda essas competições são disputadas justamente quando o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil estão começando a afunilar para se decidir quem será o campeão , vagas na Libertadores e quem serão os rebaixados. Ninguém lembra de Copa Sul- Americana.

    Sei que é meio injusto com equipes que conseguiram a vaga por direito, mas na minha opinião deveriam acabar com essas competições de 2º escalão no 2º semestre e voltar com a Supercopa dos Campeões da Libertadores. Eram só times de camisa com grandes torcidas e muita rivalidade. Atraía muito mais atenção da mídia e dos torcedores.

  4. Caro Ubiratan:
    Escrevo essa mensagem para observar que houve um equívoco no seguinte trecho:

    “(…) Vaga do campeão da Copa do Nordeste de 2015. Teoricamente, ela pertence
    ao Ceará, mas o Vovô ainda está vivo na Copa do Brasil e, se eliminar o
    Tupi (o jogo de ida foi 0 a 0 em Juiz de Fora), (…)”

    O primeiro jogo entre Ceará/CE e Tupi/MG ocorreu no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza/CE e, de fato, terminou empatado em 0-0.
    O jogo de volta será disputado na próxima quarta-feira (22/07), às 19h30min, no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora/MG.
    Quem vencer, fica com a vaga; novo 0-0 leva a decisão para os pênaltis; e qualquer empate com gol ou gols classifica o time cearense.

    Parabéns pelo excelente trabalho.
    Abraço a todos.

  5. A Mercosul tinha as principais equipes do chamado Cone Sul. Já a Sul-Americana é sucessora da Conmebol, fazendo as vezes de Copa da Uefa/Liga Europa do continente. São torneios diferentes.

    A Mercosul era muito mais forte. Não dá pra colocar no mesmo balaio.

  6. Me desculpem, mas que nível fraquíssimo, em?!
    A Sul-Americana está sendo jogada no lixo pela CBF…mesmo sabendo que é uma competição que dá vaga na Libertadores! É lamentável!

  7. Concordo que a Mercosul era mais forte, só que na última edição já começou a avacalhação com a participação do Talleres, com certeza deve ter conseguido a vaga por direito.
    Mas é inegável que a SuperCopa era a mais charmosa e que tinha as maiores equipes do continente.

    Em todas as edições da Supercopa tinham pelo menos um confronto de tirar o fôlego entre os grandes da Argentina Boca, River, Racing e Independiente contra os grandes do Brasil que disputavam desde a primeira edição Grêmio, Cruzeiro, Santos, São Paulo e Flamengo. Fora os jogos pegados com o Penarol, Nacional e Colo Colo. Era só jogo de muita tradição.

  8. CSA foi vice em 1999. Perdeu o titulo com um gol aos 45 do segundo tempo na Argentina. Ganhou o primeiro jogo por 4×2 no Alagoas (era pra ser 4×1, mas tomou o segundo gol aos 48 do ST), e na Argentina perdeu por 3×0. Souza (que depois jogou no SP e Gremio) estava naquele time vice campeao.

  9. Ou não. A Sul-Americana sempre foi pensada pra ser a “Liga Europa” do continente. Concordo que deveria ser simultânea à Libertadores, mas com os times que não fazem parte da competição maior e sem essa regra esdrúxula da Copa do Brasil.

  10. A Mercosul era muito boa. Lembro de jogos muito bons até 1999, por ali. A Conmebol sempre fui uma competição B mesmo, exatamente como uma Liga Europa, que é o que a Sul-Americana pretende ser também.

    O problema é inchar de times (8 de cada país), pra depois sobrarem uns 3 ou 2 e não serem os melhores. Deviam ser classificar diretamente os campeões da Copa do Brasil, Copa Verde, Copa Nordeste e, no máximo, o 6º colocado do Brasileirão. Os 5 primeiros do Campeonato Brasileiro vão direto pra Libertadores e ponto.

  11. SuperCopa era linda! Levamos duas vezes (1991 e 1992) e ficamos com o vice de 1996 naqueles dois jogos épicos contra o Velez, com a base do time que viria a ser campeã da Libertadores em 1997! ^^

  12. Eu também acho que a Sulamericana não serve para nada, pelo menos não para os brasileiros:
    – Times grandes não querem perder o foco da disputa do campeonato brasileiro e disputa de vaga na Libertadores do ano seguinte.
    – Times médios preferem ficar melhor classificados no campeonato nacional, principalmente pelo fato de não ter elenco vasto.
    – Times pequenos não querem perder o foco da disputa contra o rebaixamento.
    Quase todo mundo entra no torneio com vontade de sair logo.

    Um exemplo: essa semana meu Bahia acabou ficando praticamente fora da Copa do Brasil após tomar 3×0 do Paysandu em Belém. Caso o Ceará (campeão da Copa do Nordeste) avance na CB, o Bahia fica com a vaga. Na boa, prefiro que meu time saia logo da Sulamericana e foque na disputa da série B do que ficar avançando no torneio continental, jogando várias partidas, viajando de Salvdor para o interior da Bolívia, da Colômbia, etc, e comprometa o projeto de voltar para a série A.

    Acho babaquice também esse cruzamento entre 8 times brasileiros, para saírem quatro para fase internacional. Por que não levar logo os 4 melhores classificados no Brasileiro?

    Sobre o absurdo de que time que está na disputa da Copa do Brasil não disputar Sulamericana eu nem perco meu tempo para comentar.

  13. Só uma correção, Ubiratan: O Joinville ainda não está assegurado na Sulamericana, apenas apto a ela. Das 6 vagas do Brasileirão, já estão lá Atlético-PR, Goiás e Chapecoense, além do perdedor do confronto entre Sport e Santos. Assim, faltando 2 vagas, o JEC tem que torcer pro Grêmio passar pelo Criciúma ou pro Coritiba passar pela Ponte.

  14. Ahhhhh, supercopa! Bateu agora um baita saudosismo da velha infância e início de adolescência! Alguns dos melhores jogos dos quais me lembro nesse período foram na supercopa. A final de 93 quando o Flamengo na base da raça fez jogo duríssimo contra o poderoso São Paulo do Telê; o espetáculo da Guardia Imperial mesmo perdendo para o Cruzeiro; os dois jogos entre o mesmo Racing e o Grêmio em 95, bem como a final do mesmo ano com o Independiente confirmando o “centenada” do Flamengo. Enfim, um raro torneio satisfatório da Conmebol fora da Libertadores.

  15. Como colorado eu “detestava” a Supercopa. Era mais um motivo dos gremistas zuarem com os colorados naqueles terriveis anos 90. A Mercosul tambem, nem convidar o Inter pra disputa-la faziam.

    Mas hoje em dia defendo a volta da Supercopa no lugar da Sula.

  16. E agora teríamos ótimas adições a Supercopa, como Internacional, LDU, San Lorenzo, Corinthians e Atlético Mineiro… Difícil seria montar uma tabela legal com tantos times, mas queria muito melhor que a Sulamericana, sem dúvida que seria. Aliás acho muito estranho a Conmebol sequer discutir o retorno dela, a Supercopa é quase unanimidade na América do Sul, tão perdendo a chance de ganhar muito mais dinheiro…

  17. O problema não é a competição em si, é o jeito que as vagas são distribuídas, convenhamos que esse método da CBF além de ser injusto, é confuso.

  18. disputavam a Mercosul:

    – Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio (substituído pelo Atlético-MG na penúltima edição), Palmeiras, São Paulo e Vasco pelo Brasil.
    – Boca, River, Independiente, Racing (depois Rosario Central, depois Talleres), San Lorenzo e Vélez pela Argentina.
    – Nacional e Peñarol pelo Uruguai.
    – Colo Colo, Universidad Católica e Universidad de Chile pelo Chile.
    – Olimpia e Cerro Porteño pelo Paraguai.

    era o filé de cada país, tirando um ou outro brasileiro que ficou de fora.

  19. kkkkk Sou corinthiano e concordo com vc!!

    Aliás, poderia ser feita a Supercopa dos Campeões Mundiais da Fifa para nos vingarmos dos rivais… kkkkkkkk

  20. Há um erro no texto. o Joinville não está garantido ainda. ele ainda pode não se classificar caso o Grêmio seja eliminado pelo Criciúma e o Coritiba seja eliminado pela Ponte Preta.

    Entrando em detalhe sobre as possibilidades de confrontos:

    – Se o Grêmio eliminar o Criciúma, as vagas restantes ficam com os perdedores de Santos x Sport e Coritiba x Ponte Preta. caso isso aconteça, os confrontos ficariam assim:

    Brasília x Goiás
    Ceará/Bahia/Vitória x Santos ou Sport

    – O terceiro e quarto confrontos vão depender de quem for o eliminado entre Ponte e Coritiba. se o Coritiba passar, fica:

    Ponte Preta x Chapecoense
    Joinville x Atlético Paranaense.

    – Se a Ponte passar de fase, fica:

    Coritiba x Joinville
    Chapecoense x Atlético-PR

    – Agora, se o Criciúma eliminar o Grêmio, a distribuição de vagas pra os primeiros dois confrontos ficaria assim:

    Brasília x Santos ou Sport
    Ceará/Bahia/Vitória x Atlético Paranaense

    – Outra vez, Ponte Preta e Coritiba é crucial para a definição dos outros confrontos. se o Coritiba eliminar a Ponte, os dois últimos confrontos ficam:

    Joinville x Goiás
    Chapecoense x Grêmio.

    – Se a Ponte eliminar o Coritiba, temos:

    Chapecoense x Goiás
    Coritiba x Grêmio.

    A indecisão entre Bahia, Ceará e Vitória já foi detalhada no texto, então não há necessidade de explicar aqui.

  21. Culpa da Globo… Historicamente a mídia e a CBF não dão tanta importância ao torneio, principalmente agora, quando a Copa do Brasil estará em suas fases decisivas.

  22. Libertadores o ano todo, Sulamericana o ano todo.

    No caso do Brasil:
    – Campeão da Copa do Brasil + 1º ao 4º do Brasileirão vão para Libertadores;
    – 5º e 6º do Brasileirão + Campeão da Copa do Nordeste + campeão da copa Verde vão direto para para Sulamericana sem “eliminatória nacional”.

    Campeões de ambos os torneios têm vaga garantida na Libertadores do ano seguinte e abririam a temporada seguinte com a Supercopa da América do Sul.

    É tão difícil fazer isso?

  23. Ah.. Copa do Brasil também o ano todo e com todos os times desde o início*.

    * times das divisões superiores vão entrando progressivamente em fases mais agudas, como na Inglaterra

  24. Pois é, eu já tinha comentado ali embaixo sobre o JEC. mas legal que fizeste também as possibilidades.

    Eu, como catarinense, queria o Joinville na Sulamericana, mas sem sacrificar o Criciúma na Copa do Brasil. Pena que pra que isso aconteça, tenha que torcer pro Coritiba, sendo que Santa Catarina está brigando pau a pau com o Paraná no ranking da CBF (mas acho que esse ano passamos eles), e essa posição vale justamente uma vaga a mais na Copa do Brasil do ano que vem.

    Se mantiver a tendência atual, passamos o PR esse ano e o RS ano que vem.

  25. sem contar que o galvao foi um dos mentores da copa do BR, que segundo teorias desde a epoca de comunidades do orkut, foi uma ideia para que a globo conseguisse a audiencia que faltava em cantos mais remotos do BR no norte, nordeste e centro-oeste

    tem a ver, porque aqui em casa tem parabolica e passava direto jogos do flamengo e vasco contra times dessas regioes

  26. pois é, depende, varia…

    olha o ultimo ano, a Liberta com semifinais com times sem tanta tradição, enquanto os 4 melhores da Sulamiranda eram cascudos e cheios de historia

  27. Puts! Me fizestes lembrar de uma tal Copa dos Campeoes Mundiais disputada umas duas vezes entre Flamengo, Gremio, Santos e Sao Paulo. Mais lembrancas ruins, valeu! Hehehe

    Essa tua Copa teria o Sao Paulo, nosso fregues de carteirinha na Libertadores. Onde assino?

  28. sim, mas acho que isso teve mais a ver com o momento do futebol clubístico de alguns países. a Argentina andou mandando os Godoy Cruz da vida pra Libertadores. consequentemente sobrava algum forte pra Sul-Americana.

    o que pega mais em relação a essa Copa e pegava em relação à antiga Conmebol é que o inchaço da Libertadores fez com que sobrassem times mais fracos ainda dos países menos fortes. já é complicado achar três times venezuelanos bons pra Liberta, que dirá outros dois ou três fora esses pra Sul-Americana…

  29. e antes que me entenda mal: também sou FÃ da Supercopa, mesmo que meu time nunca tenha vencido o torneio (chegou perto). mas sempre aconteciam confrontos memoráveis.

    só disse que acho a Mercosul bem mais forte que a Sula/Conmebol. a Mercosul era quase uma Superliga do Cone Sul.

  30. Os outros jogos sorteados.

    PRIMEIRA FASE:

    Juventud URU vs. Real Potosí
    Oriente Petrolero vs. Nacional Montevideo
    Santiago Wanderers vs. Libertad
    Nacional de Asunción vs. Univ. de Concepción
    Defensor vs. Bolívar
    Univ. Católica vs. Danubio
    Olimpia vs. Huachipato
    Aurora vs. Luqueño
    Carabobo vs. Tolima
    Univ. Católica de Quito vs. La Guaira
    León de Huánuco vs. Emelec
    Junior Barranquilla vs. Melgar
    Universitario vs. Anzoátegui
    Zamora vs. LDU Quito
    Águilas Doradas vs. Unión Comercio
    Liga de Loja vs. Indep. Santa Fé

    SEGUNDA FASE (onde o Brasil entra):

    Quem venceu os jogos aí de cima entra numa ordem que só vale a pena contar quando acabar a primeira fase
    4 jogos brasileiros
    Tigre vs. Huracán
    Arsenal de Sarandí vs. Independiente
    Belgrano vs. Lanús

    OITAVAS:

    15 vencedores e River Plate

  31. Claro q teria o São Paulo, nosso freguês em Paulista, Rio-São PauloPaulo, Copa do Brasil, Brasileiro e Recopa… kkkkkk
    Por falar em freguês, teu Inter não tem se dado bem com o Timão nos últimos anos… kkkk

  32. Perdeu para o Talleres. Lembro muio bem disso! Sampaio Correia, VItória também já chegaram em semifinais desse torneio. Lembro em 1996, que o Bragantino sapecou 5 a 1 no Palmeiras e os eliminou do torneio. Eita time enjoado de se enfrentar naquela época. Até meu Flamengo tomou de 6 a 2 deles no Brasileiro de 1993.

  33. Em relação a zueira dos gremista você deveria era ficar tranquilo porque das equipes brasileiras que jogavam a competição desde o início Cruzeiro, Santos, Grêmio e Flamengo e depois o São Paulo a partir de 1991 , tanto o Grêmio quanto o Santos eram as que mais decepcionavam. Apenas Cruzeiro, Flamengo e São Paulo engrossavam os jogos contra os catimbeiros argentinos do Boca, River Racing e Independiente (era um verdadeiro inferno enfrentar os Diabos na Argentina).

    Seria perfeito se voltasse a disputa da SuperCopa , ainda mais agora com a adição dos tradicionais Inter, Corinthians, Atlético, Palmeiras, San Lorenzo e dos perigosos LDU e Once Caldas. Só o Vasco que acho que iria ser saco de pancadas.

    São 25 equipes que já foram campeãs da Libertadores. Um regulamento legal para a SuperCopa seria :
    1ª fase com 6 grupos de 4 com jogos de ida e volta. Classificando apenas o campeão de cada grupo e mais o melhor 2º colocado. Juntando- se o campeão da edição anterior as 7 equipes classificadas . Aí jogariam um mata- mata de Quartas de Final a té a final em ida e volta.

    Seriam só jogaços de muita rivalidade e tradição, e aposto que a maioria dos estádios estariam lotados.

  34. Essa final entre a mulekada do Flamengo encarando de igual para igual aquele timaço do São Paulo de Telê não sai da minha memória.

    Agora o Independiente de 94/95 foi o verdadeiro carrasco dos times brasileiros. Eliminou 2 vezes o Santos (1 delas goleando), e ainda 1 vez o Grêmio, Cruzeiro(também goleando) e ganhou a final do Flamengo.

  35. O Cruzeiro ainda foi vice campeão da 1ª edição perdendo pro Racing. Derrota de 2 a 1 na Argentina e empate de 1 a 1 no Mineirão com o Fillol defendendo até pensamento.

  36. Seria perfeito se voltasse a disputa da SuperCopa , ainda mais agora com a adição dos tradicionais Inter, Corinthians, Atlético, Palmeiras, San Lorenzo e dos perigosos LDU e Once Caldas. Só o Vasco que acho que iria ser saco de pancadas.

    São 25 equipes que já foram campeãs da Libertadores. Um regulamento legal para a SuperCopa seria :
    1ª fase com 6 grupos de 4 com jogos de ida e volta. Classificando apenas o campeão de cada grupo e mais o melhor 2º colocado. Juntando- se o campeão da edição anterior as 7 equipes classificadas . Aí jogariam um mata- mata de Quartas de Final a té a final em ida e volta.

    Seriam só jogaços de muita rivalidade e tradição, e aposto que a maioria dos estádios estariam lotados.

  37. Mas quem sabe um time desses possa surpreender. A Ponte Preta e o Goias já chegaram a final da Sul-americana

  38. Tu nao sabia? Vou explicar entao: O objetivo do Inter apos ter sido campeao de tudo em 2009 eh agora ser vice de tudo, entao pra diretoria colorada ta tudo beleza hehehe

  39. Eu era crianca na epoca, nao existe racionalidade durante a infancia no quesito futebol. Tenho um amigo gremista que morava em sao paulo entre 1994 e 1997. Ele era zuado sem perdao dos colegas porque nao torcia pros 4 grandes de sampa, mesmo com o gremio ganhando tudo contra os paulistas. Ele falava que a zueira incluia bobagens do tipo “o Gremio nunca ganhou o paulistao, mas o Palmeiras ja disputou e ganhou o gauchao!”

    Serio, minha infancia foi muito sofrida futebolisticamente. Mas to de boa agora, com flauta de sobras pra dar hehehe

  40. Conmebol é ridícula, acho que só prnsa em encher os bolsos dos próprios dirigentes….somado a isso, brasileirão o ano inteiro, com pausa no meio do ano para a disputa dos estaduais e janela de transferência. Ah, e mata-mata e a grande final dia 19 de dezembro!

  41. E se encerrarmos o Brasileirão (series A, B e C) em novembro da pra colocar os times pequenos jogando os estaduais de julho em diante e os grandes para jogar em novembro/dezembro 6/8 datas.
    Dando calendario para os menores e desafogando o ano

  42. Agora que o Grêmio elimonou o Criciúma, a segunda rodada de possibilidades é impossibilitada. os confrontos provavelmente serão:

    Brasília x Goiás
    Ceará/Bahia/Vitória x Santos ou Sport
    Ponte Preta x Chapecoense
    Joinville x Atlético Paranaense

    Ou

    Brasília x Goiás
    Ceará/Bahia/Vitória x Santos ou Sport
    Coritiba x Joinville
    Chapecoense x Atlético Paranaense

  43. E finalmente os confrontos foram definidos:

    Brasília x Goiás
    Bahia x Sport
    Ponte Preta x Chapecoense
    Joinville x Atlético Paranaense.

Os comentários estão encerrados.