Sobre o Balpodo

Caros, se vocs clicaram em http://www.balipodo.com.br, podem ter se surpreendido por abrir uma pgina em branco ou algo do tipo. No se assustem! O Balpodo est (como prometido h 200 anos, mas no realizado por falta e vergonha na cara) se arrumando e isso temporrio. O endereo http://www.gardenal.org/balipodo continua funcionando normalmente. No tem tido muitas atualizaes justamente por causa desse processo de reformulao. E vale sempre lembrar: o Balpodo brasileiro e no desiste nunca!

Anúncios

Jogos Olimpicos_futebol 2008.jpg
Toda edio dos Jogos Olmpicos a mesma ladainha: o futebol esquisito, o futebol no tem lugar ou se para ser assim, melhor nem ter. No calor dos eventos, parece fazer sentido. Afinal, para que se esforar para ter o futebol se o esporte leva s jogadores com idade limitada e nem parece se importar muito em estar ao lado de outras modalidades no megaevento? verdade, mas a anlise no pode ser feita no estilo ame-o ou deixe-o.

Continue Lendo “”

A nova velha China

Pequim 2008_Parque Olimpico.jpg
Chineses cospem na rua, e muito. Um costume to enraizado que no considerado falta de educao, mas algo corriqueiro. Pelo menos era assim at o ano passado. De olho no que podem pensar os ocidentais que vero os Jogos Olmpicos in loco, o governo da China criou uma campanha para que os chineses deixem de cuspir em vias pblicas.

Continue Lendo “A nova velha China”

Sou brasileiro e no desisto nunca. Sim, o Balpodo entrou na onda da campanha do governo federal. Assim, teve um monte de gente que perdeu o Bolo de aniversrio dos Eurocopa. Mas… no desistam! Afinal, o Balpodo est fazendo CINCO anos. Isso, meia dcada poluindo a internet. Por isso, 2008 ano para DOIS boles. O primeiro j foi, mas essa sua segunda chance!

Continue Lendo “”

Parabns ao Balpodo!

Caros, nesta sexta, o Balpodo completou cinco anos de vida! O que era um bloguezinho despretensioso acabou crescendo, virou uma espcie de site com jeito de revista e, hoje, continua vivo apesar do descaso de seu dono. Mas ele brasileiro e no desiste nunca. Tanto que h novidades por vir: um novo visual (deveria ter ficado pronto a tempo para o aniversrio, mas no deu) e, claro, um bolo de aniversrio extra.

Continue Lendo “Parabns ao Balpodo!”

Quem mandou, se deu bem. Quem no mandou, ter de esperar a prxima oportunidade. J foram encerradas as inscries para o Bolo de Aniversrio do Balpodo. Quem est concorrendo a uma camisa do Bandeirante de Birigi-SP e a um mascote do Cricima recebeu um e-mail confirmando o recebimento dos palpites. Agora, torcer!

Quantos risos, oh, quanta alegria / O Balpodo lana seu Bolo / O leitor aposta na Eurocopa / E pode ganhar um premio!. Sim, com uma verso infame de Mscara Negra que o Balpodo anuncia seu tradicional Bolo de Aniversrio. Afinal, como dizem o slogan de 99,87% das empresas brasileiras, ns fazemos aniversrio, mas quem ganha voc.

Continue Lendo “”

Regras_Calcio Fiorentino.jpg
Florena, sculo XVI. O Renascimento estava no auge e a cidade fervilhava. Era o centro do mundo. Poucas vezes um lugar concentrou tantas idias, tantos gnios, tanta inovao. Talvez apenas a Atenas clssica, Alexandria ptolomaica, a Crdoba da virada do primeiro milnio, a Londres vitoriana ou a Paris da Belle poque pudessem se comparar. Pensando bem, nem isso. Difcil concorrer com um lugar que contou, em algum momento, com nomes como Brunelleschi, Leonardo da Vinci, Michelangelo, Galileu Galilei, Dante Alighieri, Maquiavel, Boccaccio, Botticelli e Giotto.

Continue Lendo “”

Super Bowl, a Copa do Mundo em um dia

Os Estados Unidos vivem um isolamento esportivo. Enquanto futebol o esporte mais popular do mundo, nos Estados Unidos futebol americano, beisebol e basquete dominam as atenes. Com campeonatos internacionais com relevncia menor do que a Copa do Mundo, raro ver o pas inteiro entrar em catarse coletiva em frente s telas. Um dia por ano, no entanto, isso acontece. O dia do Super Bowl parece, realmente, ao de Copa do Mundo no Brasil.

Continue Lendo “Super Bowl, a Copa do Mundo em um dia”

Trofeu.jpg
No final de ano, s h uma coisa mais certa que os fogos de artifcio em Copacabana, os shows de qualidade duvidosa da Avenida Paulista, a contagem regressiva em Times Square e o assalto dos preos de restaurantes que fizeram jantar de Reveillon. o anncio do Prmio Balpodo para os melhores do ano. Isso to importante que 1968 ficou conhecido como o ano que no acabou justamente porque no teve Prmio Balpodo (ou voc achava que teve algo a ver com as manifestaes polticas?).

Continue Lendo “”