Você verá poucas coisas tão emocionantes quanto o choro de Dee Gordon ao rebater esse home run

Foi o primeiro jogador do Miami Marlins a ir ao bastão após a morte de José Fernández

Anúncios

Miami Marlins x New York Mets não seria um jogo normal. Era a primeira vez que o time da Flórida entraria em campo após a morte de José Fernández, seu melhor arremessador (e escalado originalmente para essa partida contra os nova-iorquinos). Antes da partida, as duas equipes participaram de homenagens e o clima do estádio era claramente pesado e emotivo.

Tudo isso se misturou e explodiu no primeiro ataque dos Marlins. Dee Gordon, o primeiro rebatedor da equipe, conseguiu um home run. O shortstop chorou enquanto percorria as bases e, ao chegar ao banco, foi acolhido por companheiros que também deixavam as lágrimas escorrerem livremente.

Todos no estádio choraram esse home run. Mas, se José Fernández está em algum lugar agora, ele certamente teve uma reação bem diferente, ainda mais porque o Miami venceu por 7 a 2. Ele simplesmente não conseguiria deixar de se divertir com o esporte que tanto amou e com uma vitória de seus companheiros.

//platform.twitter.com/widgets.js

Admire toda a glória do duelo de 16 arremessos entre Dee Gordon e Jim Henderson

Não importa qual o duelo mais longo da história. O legal é curtir o rebatedor mostrando todo seu instinto de sobrevivência

“Qual o duelo com mais arremesso da história?” Essa pergunta não é rara quando um confronto entre arremessador e rebatedor se torna mais longo que o normal. E a resposta é: ninguém sabe. Apenas nas últimas décadas que o número de arremessos se tornou algo relevante no beisebol e, por isso, não se anotava o número de foul balls que um jogador conseguia rebater.

Há uma lenda sobre um duelo com 24 foul balls durante um New York Yankees x Chicago White Sox em 1940. Mas, desde que há medição (e, portanto, certeza da informação), o confronto mais longo foi em 1998. Ricky Gutiérrez (Houston Astros) obrigou Bartolo Colón (Cleveland Indians) a fazer 20 arremessos antes de ser eliminado por strikes.

Duelos como esse são sempre divertidos, pois mostram uma incrível capacidade do rebatedor de permanecer vivo. E tudo fica ainda mais interessante se, no final, ocorre a rebatida. Foi justamente o que ocorreu na última semana, na vitória do Miami Marlins por 2 a 1 sobre o New York Mets. Dee Gordon viu 16 arremessos de Jim Henderson e ainda arrancou uma rebatida simples no mais longo confronto da história dos Marlins.

Sensacional.

Bruce Bochy bota o filho para estrear na MLB e faz a festa dos filhos de outros colegas

Brett Bochy finalmente estreia, mas o San Francisco Giants perde de lavada histórica dos rivais Dodgers

O arremessador Brett Bochy e seu pai, Bruce, durante a pré-temporada dos Giants em 2014 (AP Photo/Darron Cummings)
O arremessador Brett Bochy e seu pai, Bruce, durante a pré-temporada dos Giants em 2014 (AP Photo/Darron Cummings)

O momento era aguardado desde o início de setembro, quando os elencos da MLB expandiram de 25 para 40 jogadores. Nesse momento, o San Francisco Giants chamou Brett Bochy, arremessador do time triple-A e filho do técnico Bruce Bochy. Desde então, o garoto ficou apenas no bullpen. Até este sábado, no clássico contra o Los Angeles Dodgers. Mas o resultado não foi tão feliz.

LEIA MAIS: Veja como Matt Holliday manda uma bolinha em órbita em St. Louis

Era a 6ª entrada e o placar já estava em 15 a 0 para os angelinos. Brett conseguiu fechar a entrada, mas teve problemas na entrada seguinte. dee Gordon, filho do ex-arremessador Tom Gordon, chegou à primeira base. Em seguida, Scott van Slyke, filho do ex-defensor externo Andy van Slyke, rebateu um home run de duas corridas.

Brett Bochy deixou o montinho com duas corridas cedidas, um strikeout e um walk em uma entrada e dois terços. Ficou com ERA de 13,5. O placar ficou mesmo nos 17 a 0 para os Dodgers. Foi a maior lavada de zero que os Giants tomaram dos rivais desde que ambos se mudaram de Nova York para a Califórnia, em 1958. Foi também o maior número de corridas que o San Francisco cedeu em seu atual estádio e o maior número de rebatidas (24) desde 1932.

Veja os resultados deste fim de semana na MLB:

Sábado

Texas Rangers 3×2 Atlanta Braves
Baltimore Orioles 2×3 New York Yankees
Toronto Blue Jays 6×3 Tampa Bay Rays
Chicago White Sox 5×1 Minnesota Twins
Chicago White Sox 7×6 Minnesota Twins (jogo 2)
Pittsburgh Pirates 4×6 Chicago Cubs
Philadelphia Phillies 2×1 Miami Marlins
Detroit Tigers 5×4 Cleveland Indians
Kansas City Royals 7×1 Boston Red Sox
Milwaukee Brewers 1×5 Cincinnati Reds
New York Mets 3×10 Washington Nationals
St. Louis Cardinals 5×4 Colorado Rockies
Arizona Diamondbacks 10×4 San Diego Padres
Los Angeles Angels 5×2 Houston Astros
San Francisco Giants 0x17 Los Angeles Dodgers
Seattle Mariners 2×3 Oakland Athletics

Domingo

Toronto Blue Jays 5×6 Tampa Bay Rays
Detroit Tigers 6×4 Cleveland Indians
New York Mets 0x3 Washington Nationals
Pittsburgh Pirates 7×3 Chicago Cubs
Philadelphia Phillies 4×5 Miami Marlins
Kansas City Royals 4×8 Boston Red Sox
Milwaukee Brewers 9×2 Cincinnati Reds
Chicago White Sox 4×6 Minnesota Twins
St. Louis Cardinals 4×1 Colorado Rockies
Texas Rangers 10×3 Atlanta Braves
Los Angeles Angels 1×6 Houston Astros
San Francisco Giants 2×4 Los Angeles Dodgers
Seattle Mariners 0x4 Oakland Athletics
Arizona Diamondbacks 8×6 San Diego Padres
Baltimore Orioles 3×2 New York Yankees

Clique aqui e confira a classificação completa.